O que levar em sua viagem internacional?

Uma das piores sensações do turista é esquecer-se de algo que fará falta durante uma viagem. Se isso já é assim em curtas distâncias, quanto mais em uma viagem internacional. Por isso, a ideia deste artigo é te ajudar a se planejar com antecedência por meio de um útil checklist que inclui itens essenciais para viajar ao exterior com tranquilidade.

Checklist de viagem internacional

Na hora de fazer as malas, confira quais itens não podem faltar, além de dicas e sugestões.

Documentos:

  • Carteira de Identidade (RG) com data de emissão inferior a dez anos;
  • Passaporte (não é exigido nos países do MERCOSUL) emitido pela Polícia Federal e/ou Visto (exigido em alguns países > consulte a Tabela de vistos para cidadãos brasileiros) emitido pelas embaixadas ou consulados de cada país;
  • Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) emitido pela ANVISA. Alguns países só permitem a entrada de estrangeiros, caso tenham tomado certas vacinas. Para saber as exigências de viagem de cada país, consulte as informações disponíveis no Sistema de Emissão do CIVP, na aba “Exigências de Viagem”;
  • Comprovante de filiação ou autorização, no caso de filhos menores de 18 anos. Ou seja, é preciso ter um documento como a Carteira de Identidade (RG) ou a Certidão de Nascimento (original ou cópia autenticada) que comprove o parentesco e a filiação. Se a criança estiver sozinha ou acompanhada de um dos responsáveis, será necessário um documento de autorização judicial reconhecido em cartório;
  • Comprovante de hospedagem com informações sobre a sua estadia no local;
  • Passagem de saída para indicar uma comprovação de saída do país visitado;
  • Permissão Internacional para Dirigir (PID), que traduz a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em sete idiomas, sendo válida apenas com a CNH original. Ela permite que brasileiros dirijam em países que assinaram a Convenção de Viena sobre Trânsito Viário. Embora a PID não seja obrigatória em vários países, é recomendável viajar com o documento.

Acessórios diversos:

  • Adaptadores de tomada universal e uma pequena extensão;
  • Bolsas impermeáveis;
  • Cadeados com cabo de aço;
  • Caderneta e caneta;
  • Calçados confortáveis (chinelo, sandália e tênis);
  • Câmera fotográfica;
  • Capas de mala;
  • Carregadores de celular e bateria portáteis;
  • Doleira;
  • Escova de dente;
  • Fones e protetores de ouvido;
  • Joias, bijuterias e relógios;
  • Livro e/ou revista;
  • Máscara para dormir;
  • Mochila;
  • Nécessaire e organizadores de bagagem;
  • Óculos escuros (e de grau, se for o caso);
  • Porta-documentos;
  • Sacos a vácuo;
  • Smartphone e tablet;
  • Travesseiro de pescoço.

 

Medicamentos e cosméticos:

  • Alguns medicamentos básicos (para dores de cabeça, antialérgicos, antiácidos e antitérmicos) podem ter restrições em outros países. Por isso, é sempre importante verificar as regras de fiscalização do país que deseja visitar e respeitar o limite de 100 ml por frascos de líquidos levados na bagagem de mão. O total de carregamentos na bagagem de mão não pode exceder um litro;
  • Medicamentos essenciais devem ser acompanhados de prescrição médica (a prescrição deverá possuir o nome do passageiro para ser confrontado com o nome que consta no cartão de embarque);
  • Cosméticos sólidos (batom, protetor labial, pasta de dente, desodorante em bastão, protetor solar etc.).

 

Moeda estrangeira:

  • Em espécie, em cartão pré-pago (débito) e cartão de crédito.

 

Roupas:

O tipo de roupas na mala dependerá do clima do(s) país(es) que visitará no período em que estiver indo viajar. E em relação à quantidade, não é preciso levar uma peça de roupa para cada dia, considerando a facilidade de encontrar lavanderias. Uma sugestão é separar apenas a quantidade de roupa necessária para uma semana (mesmo que a viagem seja de 30 dias), pois após o uso, basta lavá-las e repeti-las.

 

Serviços:

  • Seguro de viagem cobre perdas e danos, cancelamento de viagem ou acidentes, sendo especialmente útil para receber atendimento médico emergencial, que costuma ser bem caro no exterior. E alguns países exigem este seguro!
  • CHIP INTERNACIONAL É INDISPENSÁVEL pra se comunicar no exterior sem depender de wi-fi, reduzindo riscos e evitando prejuízos. Você embarca conectado e não fica na mão durante imprevistos, quando precisa fazer ligações ou acessar a internet às pressas. Além disso, manter-se conectado possibilita compartilhar seus momentos inesquecíveis em tempo real com familiares e amigos, o que é tudo de bom.

 

Com voz e dados ilimitados, sua viagem internacional ganha muito mais conforto, economia e segurança em todos os sentidos (saiba mais sobre As Vantagens de Viajar com Chip Internacional da Brasil Roaming). Não abra mão dele!

 

CONHEÇA JÁ NOSSOS PLANOS

Deixe uma resposta